TV INES sai do ar e Instituto de Surdos promete reformulação

Descrição da imagem #pracegover: Print de tela de um programa da TV INES. Um homem está de pé. Ele é branco, tem cabelos castanhos curtos e está vestindo um paletó marrom e camisa bordô. O homem está fazendo um sinal em Libras. Ao fundo vemos um painel azul com o logo da TV INES. Fim da descrição.
Direção do INES promete volta do canal após 'reformulação' (Foto: Reprodução)

A única emissora brasileira voltada aos surdos, a TV INES saiu do ar na última semana. De acordo com relatos de funcionários do canal, o Ministério da Educação (MEC) teria parado de fazer o repasse de verbas para o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), responsável pelo canal.

“Com pesar, informamos a rescisão do contrato celebrado entre o INES e a Associação de Comunicação Roquette Pinto (ACERP) para execução da TV INES em virtude do descumprimento das responsabilidades contratuais. Em respeito ao dever de probidade administrativa, bem como aos princípios de moralidade e eficiência, fez-se necessária a anulação do contrato”, disse por meio de nota oficial o Paulo Bulhões, diretor-geral do INES.

Ainda segundo a nota: “o canal passará por processo de reformulação para melhoria do serviço prestado à comunidade surda. Portanto, a programação será temporariamente interrompida e retornará em breve com ainda mais qualidade”.

Bulhões garantiu que, por se tratar de um projeto prioritário do instituto, a TV INES tem assegurada sua continuidade, reforçando os investimentos que têm sido realizados pela Direção-Geral do INES e pelo MEC em prol de seu aprimoramento.

Confira o comunicado oficial divulgado pelo INES!

Nota de esclarecimento na íntegra:
Com pesar, informamos a rescisão do contrato celebrado entre o INES e a Associação de Comunicação Roquette Pinto (ACERP) para execução da TV INES em virtude do descumprimento das responsabilidades contratuais. Em respeito ao dever de probidade administrativa, bem como aos princípios de moralidade e eficiência, fez-se necessária a anulação do contrato.

A TV INES passará por processo de reformulação para melhoria do serviço prestado à comunidade surda. Portanto, a programação será temporariamente interrompida e retornará em breve com ainda mais qualidade.

Enfatizamos o reconhecimento da TV INES como projeto prioritário do INES e asseguramos sua continuidade, reforçando os investimentos que têm sido realizados pela Direção Geral do INES e pelo Ministério da Educação em prol de seu aprimoramento.

Paulo Bulhões – Diretor-Geral do INES

TV INES

O canal, que estava no ar desde 2013, era administrado pela ACERP e tinha orçamento anual de 10 milhões de reais, valor inferior ao que era gasto com o aluguel do prédio da TV Brasil, em Brasília.

Segundo informações da coluna Splash, de Ricardo Feltrin, no UOL, a EBC e a TV Brasil custam cerca de 550 milhões de reais por ano, sendo que 378 milhões de reais são só em salários.

Com programação variada, transmitida via satélite e por meio das redes sociais, o diferencial da TV INES é que todo seu conteúdo era transmitido na Língua Brasileira de Sinais (Libras), contemplando uma população de mais de 10 milhões de surdos.

Vamos acompanhar de perto os desdobramentos e esperar a volta do canal para breve!

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.