O equoterapeuta

Descrição da imagem #pracegover: Foto da equoterapeuta Eliane Baatcsh. Ela está ao lado do cavalo. Fim da descrição.
Eliane com seu cavalo (Foto: Augusto Moraes)

O equoterapeuta é o profissional habilitado nas áreas da saúde e educação ao qual atua na intervenção da equoterapia. Este profissional pode ser o fisioterapeuta, psicólogo, pedagogo, psicopedagogo, psicomotricista, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, profissional de educação física, entre outros, desde que atuem na área da cognição, motora, comportamental e emocional.

Não existe uma graduação acadêmica específica para a formação do equoterapeuta, portanto este tem a sua graduação na área da saúde ou educação e realiza cursos e pós graduação na área da equoterapia para sua habilitação.

Algumas outras nomenclaturas já existiram para direcionar o equoterapeuta como atuação, como exemplo: pedagogo em equoterapia, fisioterapeuta em equoterapia, porém hoje utilizamos a terminologia de equoterapeuta.

Algumas mudanças das condutas terapêuticas também foram construídas no decorrer do tempo com auxílio de estudos, pesquisas, mensurações e reorganizações. Aonde variações de metodologias construíram uma equoterapia com fundamentações teóricas e práticas com maior propriedade técnica na habilitação e na reabilitação.

Mas quem é o equoterapeuta?

Eu pontuo sempre, o equoterapeuta é o profissional que precisa estudar muito, pois necessita aprender além da sua expertise. É aquele que não pode ficar na zona de conforto, precisa saber sobre patologias, patologias neurológicas, modalidades de deficiências, síndromes, questões motoras, comportamentais, cognitivas e emocionais, afinal cada praticante atendido na equoterapia é único e os efeitos do trabalho do equoterapeuta precisa ser direcionado de forma global, e não unilateral.

O equoterapeuta também precisa aprender sobre o cavalo, hipologia, etologia, biomecânica, temperamento, anatomia, manejo e equitação.

O equoterapeuta avalia o seu praticante, planeja e traça o prognóstico do tratamento conforme as queixas e as necessidades da habilitação ou reabilitação. Nas sessões de equoterapia escolhe o cavalo ideal, os equipamentos e encilhas, materiais pedagógicos, entre outros para a atuação.

No condicionamento físico, chega a andar de 2 a 3 quilômetros por sessão de atendimento, com atenção total ao praticante e cavalo, contudo prevenindo situações que possam alterar o comportamento do animal desajustando o tônus muscular ou até mesmo prevenindo um acidente.

É aquele que descobriu além da sua expertise, um novo caminho para praticar a sua escolha de promover benefícios aos praticantes com um amor intenso a sua profissão.

Este profissional, além da atenção promovida em todo setting terapêutico, acolhe e luta pelo seu praticante, buscando sempre a evolução, estudando, registrando e se reinventando, pedindo opiniões de outros profissionais e até mensurando. 

O equoterapeuta não é um simples profissional, sempre está de alerta para a qualidade de vida de todos no setting terapêutico, cavalos, profissionais, praticantes e famílias. 

É uma profissão que exige dedicação, estudos e é muito séria, por isso que a equoterapia não pode ser vista apenas como passeio a cavalo, todas as metodologias, estratégias realizadas são importantes e equoterapia não é só montaria.

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.