Maya: Hand Talk apresenta sua nova tradutora virtual

Descrição da imagem #pracegover: Ilustração da Maya, tradutora virtual da Hand Talk. Ela está no centro da tela. Maya é uma mulher negra, de cabelos curtos, usa óculos, veste uma camisa de manga longa azul clara. A imagem tem fundo laranja e Maya está segurando um celular com a mão esquerda, com o logo da Hand Talk na tela. Fim da descrição.
Maya é a nova tradutora virtual da Hand Talk (Imagem: Divulgação)

O Hugo, primeiro, e até pouco tempo, único tradutor virtual da Hand Talk, é conhecido por sua simpatia e atuação, levando acessibilidade para as pessoas surdas e incentivando ouvintes a conhecer mais sobre esse universo. Ele sozinho representava uma pequena parcela da população brasileira e por conta disso percebemos que era preciso um super reforço.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE, atualizada no segundo trimestre de 2020, dos 210,8 milhões de habitantes do país, 18,2 milhões se assumem como pretos, enquanto 98,7 milhões se declaram pardos. As mulheres, independente de raça, também representam o maior recorte em comparação aos homens, totalizando 51,8% da nossa população, conforme o estudo mais recente, também realizado pelo IBGE. 

Representatividade inclusiva

A chegada da Maya tem um significado muito importante porque aumenta a representatividade e a diversidade da hand Talk. “Agora com uma tradutora virtual negra, muitas pessoas dentro e fora da comunidade surda se sentirão ainda mais representadas e partes desse processo de valorização e respeito”, garante a Hand Talk.

Seu nome foi escolhido por ser curto, universal, de fácil memorização e por refletir lindas simbologias, como transformação, limpeza e pureza, em analogia à água, e ao amor, numa referência à mãe.

Seu sinal, que seria como seu ‘nome em Libras’, foi criado pela rede de embaixadores da Hand Talk, composta por influenciadores e artistas surdos.

Em um cenário em que a grande maioria das pessoas surdas se comunicam por meio das Línguas de Sinais e dependem delas para obter informação, uma solução como o plugin de acessibilidade, que traduz conteúdos de textos e imagens com texto alternativo para a Língua Brasileira de Sinais, proporciona não somente inovação, mas a autonomia necessária na hora de navegar na web. 

“A Maya é fruto de uma longa pesquisa e conversas que a gente veio realizando para que o aplicativo ficasse mais diverso. Já que nós trabalhamos tanto com diversidade no quesito da acessibilidade, ela foi pensada com esse propósito e é a representação final de tudo isso”, ressalta Ronaldo Tenório, CEO da Hand Talk. 

App Hand Talk

A nova tradutora virtual também está presente no aplicativo Hand Talk, que foi atualizado e está de cara nova. Eleito como o Melhor Aplicativo Social do Mundo em 2013 pela ONU, o app funciona como um dicionário de bolso que traduz textos e áudios em português para a Língua Brasileira de Sinais além de textos e áudios em inglês para a Língua de Sinais Americana.  

Maya já está fazendo a diferença

Marcando esse novo capítulo e entendendo como a representatividade é importante, a Hand Talk selecionou 20 organizações que trabalham com causas de gênero e/ou raça para receber a doação de licenças gratuitas do plugin com a Maya. 

Plan International Brasil foi uma delas e a diretora executiva, Cynthia Qualharello, comentou o que essa ação reflete e impacta a instituição. “A Plan trabalha com a proteção das crianças e adolescentes, com foco na igualdade para as meninas. Nossa bandeira é a inclusão, a luta pelo acesso aos direitos de todas e todos. Ter a Maya em nosso site, permitindo que ele seja mais acessível, só engrandece o nosso trabalho e nos dá ainda mais força para propagar a nossa mensagem e expandir nossas ações.”

Confira a lista completa das organizações que receberam a doação e que  já estão com a nossa nova tradutora virtual na ativa: Instituto Maria da PenhaProjeto AfroStartUp WomenDiaspora.BlackProgramariaInstituto GlóriaEmpregueAfroGuardei no ArmárioRede Mulher EmpreendedoraJanela 8Afeto de PertoMapa do AcolhimentoMulher em Construção e Think Olga.

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.