O desenvolvimento de atletas com deficiência intelectual

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Nela está o atleta do judô Breno Viola, que representou o Brasil em diversos eventos da Special Olympics. Ele está entre outros atletas da entidade, durante uma cerimônia de abertura de evento. Ela usa uniforme e boné branco, e segura uma placa onde está escrito: Rio de Janeiro, Special Olympics Brasil. A placa também traz alguns logos de patrocinadores. Fim da descrição.
Breno Viola, atleta da Olimpíadas Especiais Brasil (Foto: Divulgação)

Por: Olimpíadas Especiais Brasil

Para garantir entretenimento e desenvolver a prática de atividades físicas para crianças com deficiência intelectual, Eunice Kennedy Shriver, irmã do presidente norte-americano John F. Kennedy, passou a realizar, em junho de 1962, no jardim de sua casa, uma espécie de acampamento.

Com o passar do tempo, o evento de um dia se transformou na Special Olympics, uma organização internacional, sem fins lucrativos, de apoio esportivo a pessoas com deficiência intelectual.

Reconhecida internacionalmente, a Special Olympics realizou, 6 anos mais tarde, em 1968, os primeiros jogos especiais na cidade de Chicado, em Ilinois (Estados Unidos).

Com a missão de proporcionar treinamento e competições esportivas, em diversas modalidades olímpicas, a Special Olympics tem aproximadamente 4,5 milhões de atletas credenciados, em mais de 170 países de todo o mundo.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. A imagem traz o logotipo da Special Olympics Brasil, que tem figuras representando bonecos de papel com as mãos dadas, formando um arco olímpico. Fim da descrição.No Brasil, a fundação é reconhecida como Olimpíadas Especiais, e atende cerca de 50 mil atletas, em sete estados.

Mantida por meio de patrocínios, a Olimpíadas Especiais Brasil atua por meio de parcerias com centros esportivos e se destaca em eventos nacionais e internacionais em modalidades como atletismo, basquete, bocha, futebol, ginástica rítmica, judô, natação, tênis e tênis de mesa.

Com foco no desenvolvimento e no envolvimento social do atleta, a Olimpíadas Especiais Brasil oferece uma série atendimentos para avaliar a saúde, além de desenvolver programas extensivos às famílias.

 

Embaixadores

A Olimpíadas Especiais Brasil conta com a parceria de embaixadores, entre eles, o velejador Lars Grael, o tenista Fernando Meligeni, e os jogadores de futebol Romário, Zico e Denilson, que trabalham na campanha em prol da realização de eventos oficiais no país.

 

 

 

Publicidade
Portal Acesse

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.