Felicidade Down: a inclusão dos nossos filhos começa dentro do nosso lar

Descrição da imagem #pracegover: Tomás e Celia, fundadores do Felicidade Down com a filha Bruna. Eles vestem uma camiseta preta e estão em uma rádio. Fim da descrição.
Os fundadores do Felicidade Down, Celia e Tomás, com a filha Bruna (Foto: Divulgação)

Oi, sou Tomás André dos Santos, fundador do Felicidade Down. Antes de cobrar a inclusão de governantes, escolas, empresas e terceiros, vamos fazer a nossa parte. A inclusão de nossos filhos Downs começa dentro do nosso lar.

Confira algumas dicas básicas e simples que são de inteira responsabilidade de pais e familiares:

. Quando seu filho com Down ainda é bebe, deixe-o à vontade, faça com que ele realize sozinho o maior número de tarefas possíveis, mesmo que aparentemente sejam difíceis para ele.

. Sempre que sair de casa leve seu filho com Down com você, quando chegar ao destino não o deixe dentro do carro, faça-o acompanhar você.

. Não tenha medo de deixar seu filho com Down realizar sozinho tarefas corriqueiras do dia a dia, tenha paciência, ensine-o corretamente, busque sempre a autonomia e a independência dele.

. Procure sempre fazer as refeições em família, fazendo que seu filho com Down participe ativamente delas.

. Não permita que seu filho fique o dia todo dentro do quarto, faça-o participar das atividades da família, sempre que chegar visitas faça-o sair do quarto e cumprimentar as pessoas.

. Não permita que seu filho com Down fique o dia todo de pijama, ensine-o a se vestir adequadamente utilizando roupas diárias normais. Estimule a autoestima dele, faça-o se sentir bem colocando roupas boas, bonitas e descoladas.

. Eduque corretamente seu filho com Down, ensine todas as coisas básicas, como: cumprimentar pessoas, comer corretamente, obedecer a horários, respeitar outras pessoas, etc., essas coisas irão fazer uma enorme diferença na vida dele.

. Ensine seu filho a falar corretamente, isso não é de total responsabilidade do profissional de fonoaudiologia, ele é um auxiliar nesse processo. Exija sempre que seu filho pronuncie corretamente as palavras, e nunca, mas nunca mesmo crie um dialeto próprio dentro da família para se comunicar com ele.

. Ensine hábitos alimentares corretos para seu filho com Down, faça-o comer o maior numero de alimentos possíveis, não permita que hábitos alimentares incorretos e restrição de paladar limitem seu filho.

. Quando entrar em um ambiente com muitas pessoas, não leve seu filho com Down escondido atrás de você faça-o ir à frente cumprimentando todas as pessoas.

. Permita que seu filho com Down tenha contato com a natureza e com os animais, procure ter um cão ou gato em sua casa, os benefícios dessa amizade serão inestimáveis e proporcionarão muitas experiencias positivas para ele.

. Não deixe seu filho com Down recluso, lute contra a timidez dele, mantenha-o sempre em contato com o maior numero de pessoas possíveis, sempre que sair leve-o junto.

. Nunca transmita medo ou insegurança para seu filho, estimule-o sempre a ter coragem e se arriscar para conseguir o que deseja.

. Lute pela socialização de seu filho, não mantenha a vida dele restrita as relações familiares, não permita que ele se transforme numa pessoa antissocial, ensine-o a ser comunicativo e encoraje-o sempre a conversar com outras pessoas.

. Permita que seu filho com Down possa viajar sem você, na companhia de amigos e parentes, deixem-o ficar sem a sua presença vários dias na casa de parentes e amigos.

. Permita sempre que seu filho com Down brinque livremente com o maior numero de amigos possíveis, e nunca, mas nunca mesmo, oriente os amigos de seu filho para tratá-lo com restrições.

. Não deixe de providenciar todos os documentos para seu filho com Down, lembre-se que ele é um cidadão como todos os outros.

. Antes de pensar interditar judicialmente seu filho com Down, ou torná-lo legalmente incapaz, analise todas as possibilidades, lembre-se que com essa ação você estará condenando-o a ter uma vida totalmente restrita.

. A educação familiar, a disciplina, a independência e a socialização, são as bases para a formação escolar e profissional, somente a criança ou o jovem com Down que tiver esses atributos conseguira estar perfeitamente incluído em qualquer local, terá bons resultados na formação escolar e nível adequado para se socializar e exercer uma atividade profissional.

. A educação e a disciplina são obrigações dos pais e não deve ser transferida para professores e profissionais em geral, esses profissionais somente conseguirão ajudar nossos filhos com Down se eles estiverem adequadamente educados.

Lembre-se sempre que serão nossos atos, vontades, erros e acertos que irão decidir o futuro e a felicidade de nossos filhos com Down.

Conheça o Felicidade Down

Descrição da imagem #pracegover: Tomás e Celia, fundadores do Felicidade Down durante homenagem na Câmara Municipal de Sorocaba. Eles vestem roupas sociais e seguram uma placa. Fim da descrição.

O Felicidade Down nasceu com o objetivo de buscar a inclusão e a socialização dos Downs.

Por isso, realiza passeios, excursões, baladas, além de oferecer orientação e apoio aos pais de crianças com síndrome de Down, bem como sua integração profissional.

Em 2009, a Câmara Municipal de Sorocaba instituiu oficialmente no município o dia 21 de março como o Dia da Síndrome de Down.

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.