Especial influenciadores: Cozinhando em Libras

Descrição da imagem #pracegover: Foto da Vera, idealizadora do canal Cozinhando em Libras. Vera está segurando um copo e prova a bebida com um canudinho. Vera é uma mulher morena. Ela usa óculos e está vestindo uma blusa preta e uma bandana vinho nos cabelos. Fim da descrição.
Vera, a idealizadora e apresentadora do canal Cozinhando em Libras (Foto: Arquivo pessoal)

Um projeto que une a paixão pela cozinha com o jeito natural e prático de tornar o conteúdo acessível para pessoas com deficiência auditiva, o Cozinhando em Libras nasceu para transformar. Idealizado pela instrutora de Libras Vera Elaine Turatti de Santana, em parceria com sua filha Andreza, o canal traz receitas e outras dicas, relacionadas à culinária, para pessoas surdas e ouvintes. 

Aos 67 anos, Vera, que é surda de nascença, se sente realizada por conseguir viabilizar este projeto tão incrível, que dá visibilidade para as pessoas surdas. Tudo começou quando ela gravou um vídeo ensinando uma receita de patê. Em três dias, o vídeo teve quase 30 mil visualizações e ela viu aí uma necessidade da comunidade surda de ter representatividade. 

Confira a entrevista com a youtuber Vera Elaine 

Quais são seus hobbies?
Viajar, cozinhar, comer e beber, sempre com amigos e a família!

Quando surgiu a ideia de criar um canal de culinária em Libras? 
O Cozinhando em Libras é um projeto da minha filha em parceria comigo. Por ela ser profissional de comunicação, filha de surdos e apaixonada pela casa e pela cozinha, a ideia nasceu naturalmente. Me viu postando a primeira receita em vídeo, com uma produção simplíssima, e gerando tantas interações positivas foi um estalo! Me chamou e disse que queria criar um canal! Ok, aqui estamos nós!

Descrição da imagem #pracegover: Foto da Vera, idealizadora e apresentadora do canal Cozinhando em Libras. Vera está na cozinha. Ela segura uma bandeja com bolinhos de arroz. Vera é uma mulher morena. Ela usa óculos e está vestindo uma blusa preta e um avental vermelho. Ela está com uma bandana estampada com predominância da cor verde, nos cabelos. Vera faz um sinal em Libras. Fim da descrição.
Vera, a idealizadora e apresentadora do canal Cozinhando em Libras (Foto: Arquivo pessoal)

Você se considera uma influenciadora digital?
Não penso nisso. O que me importa é transmitir conteúdo de relevância para os surdos. Nós nunca temos nada de ‘surdo para surdo’. É sempre um ouvinte que aprendeu Libras traduzindo o que está sendo dito. Sou muito grata a esses ouvintes que tanto se esforçam e nos ajudam, tenho muitos alunos e amigos, mas parece que não somos capazes de gerar nosso próprio conteúdo e entretenimento. Minha filha faz a narração, para que o projeto seja inclusivo, mas ela fala para os ouvintes e eu para os surdos. Falamos coisas diferentes, porque temos repertórios e prioridades distintas. 

No seu canal você tem falado sobre questões relacionadas à quarentena? 
Não é o foco, mas a quarentena foi primordial para o canal ficar de pé! Minha filha, sócia e idealizadora do canal, conseguiu finalmente mais tempo para planejar e executar e passamos a existir de fato à partir da quarentena. Então somos um dos exemplos felizes dos resultados dessa pausa forçada. 

Quais são seus planos pós-pandemia?
Queremos que o canal cresça e passe a fazer parte da vida de mais surdos. Buscamos apoio da iniciativa privada e começamos a planejar cursos e atividades relacionadas a culinária. Já tivemos a oportunidade de ministrar algumas aulas em Libras nos melhores festivais de gastronomia do Brasil, como o Gastronomix e o Fartura, queremos estar mais próximos, mas com segurança, claro! 

A quarentena tem prejudicado seu trabalho de alguma forma?
Enquanto professora, tive que me adaptar, como todos os professores do mundo (risos), mas como produtora de conteúdo em Libras, acabou ajudando muito! Pude contar com um pouco mais de tempo da equipe que me ajuda nessa empreitada tão nobre e inédita.  

Descrição da imagem #pracegover: Foto da Vera, idealizadora do canal Cozinhando em Libras. Vera está na cozinha. Ela segura uma travessa com patê e um copo com palitinhos de cenoura. Vera é uma mulher morena. Ela usa óculos e está usando uma blusa azul, um avental preto e uma bandana nos cabelos. Fim da descrição.

Como é sua rotina de gravações para o canal? 
Publicamos pelo menos três receitas por semana, mais algumas curiosidades. As gravações acontecem em São Paulo, na casa da minha filha, e captamos de seis a nove receitas em dois dias, a cada duas semanas, para termos espaço para as edições e planejamento de publicações.  

Você conta com ajuda para produzir os conteúdos?
Sim! E como! risos. Eu e minha filha bolamos e testamos as receitas. A captação é feita pela Andreza, minha filha, na casa dela, com a utilização de duas câmeras. A agência CL-AG é nossa parceira no projeto e eles ficam responsáveis pela edição dos vídeos, ideia de pautas, publicação e gerenciamento das redes. Então temos uma boa equipe atuando! Seria excelente conseguirmos apoio para seguirmos indefinidamente com esse projeto tão lindo, já que há um investimento fixo inerente ao projeto. Há dois meses atrás, tínhamos um alcance de cinco mil pessoas, estamos com quase 100 mil pessoas alcançadas e nosso engajamento chega a 30%. De cada 100 pessoas que veem nossas publicações, 30, dão um like ou um love e dessas, 10 deixam seus comentários, sempre positivos. Nunca tivemos sequer um comentário negativo. Somos o primeiro canal em Libras consistente do Brasil e queremos ampliar muito esse projeto.  

Que mensagem você deixa para quem sonha em se tornar um influenciador inclusivo de sucesso?  
Não reprima suas ideias. Se são boas para você, serão boas para muitas outras pessoas! Coloque em prática, nem que seja de uma forma muito simples e rudimentar. Se tiver que acontecer, vai acontecer! Não desista, persevere o máximo que aguentar e seja um agente de transformação!

Conheça o canal Cozinhando em Libras!

Leia também: Projeto de lei inclui Libras no currículo escolar

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.