Instituto Empathiae lança cartilha sobre síndrome de Down

Descrição da imagem #pracegover: Foto de um homem e uma mulher com duas crianças. Uma das crianças tem síndrome de Down. Todos estão sorrindo. Fim da descrição.
Cartilha reúne depoimentos de famílias que têm filhos com síndrome de Down (Foto: Divulgação)

Seja durante a gravidez ou na hora do parto, receber a notícia de que seu bebê tem síndrome de Down não é fácil para as famílias.

Pensando neste momento, o Instituto Empathiae organizou a Cartilha de Acolhimento ‘Um bebê com síndrome de Down, e agora?’, que reúner textos educativos de especialistas e relatos de familiares de pessoas com síndrome de Down, compartilhando suas experiências.

Cartilha síndrome de Down

O lançamento oficial da cartilha acontece no domingo, dia 21 de março de 2021, data em que se comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Nela, as famílias também terão informações sobre locais para tratamento multidisciplinar com serviços de fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional (apenas na cidade de São Paulo).

A importância do acolhimento

Descrição da imagem #pracegover: Foto de duas mulheres beijando um bebê com síndrome de Down. Fim da descrição.
Cartilha pretende acolher famílias (Foto: Divulgação)

Estima-se que no Brasil a Trissomia do Cromossomo 21 afete 1 a cada 700 nascimentos. No último Censo (2010), 23,9% dos entrevistados disseram possuir alguma deficiência, sendo 2.617.025 deficiência intelectual.

Em pesquisa realizada pelo Instituto Empathiae, apresentada no VIII Congresso Brasileiro de Síndrome de Down, 64,6% dos entrevistados declararam ter saído do hospital sem saber o que era Síndrome de Down; e 82% manifestaram interesse na visita de uma família que tem filho com T21 para compartilhar experiências.

A cartilha é voltada a mães, pais, familiares, profissionais da saúde, hospitais, clínicas, laboratórios, instituições e outros interessados, e o lançamento pode ser acompanhado no site do Empathiae ou nas redes sociais do instituto: Instagram, Facebook e Linkedin. Perfil @institutoempathiae.

Sobre o Instituto Empathiae

Idealizado pela presidente e fundadora Mônica Xavier, o Instituto acolhe mães, pais e familiares que recebem a notícia da deficiência do seu filho.

Em 2020, o Empathiae recebeu o Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade, pelo seu programa de acolhimento Ouvindo com o Coração.

Além do acolhimento, o Instituto também promove oficinas de capacitação para que mães de crianças com deficiência, em situação de vulnerabilidade, aprendam um ofício por meio da arte, artesanato, costura e culinária – Projeto Mães que Criam.

Para os profissionais da saúde e outras instituições, o Empathiae promove cursos de capacitação para o momento da notícia e acolhimento, seguindo o protocolo internacional do Massachusetts Down Syndrome Congress.

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.