Associação Fernanda Bianchini oferece aulas gratuitas de dança

Descrição da imagem #pracegover: A imagem da bailarina Fernanda Bianchini. Ela está fazendo um passo de ballet. Fernanda é morena, tem a pele clara e cabelos pretos, presos em um coque. Ela usa uma roupa rendada preta, sapatilhas e meias brancas. Fim da descrição.
A bailarina Fernanda Bianchini (Foto: Divulgação)

Apesar de ter suas portas fechadas devido à medidas de prevenção à pandemia do coronavírus, a Associação Fernanda Bianchini não parou suas atividades. Com isso, a associação passou a oferecer aulas gratuitas de dança, online.

A escola acelerou um projeto que já estava em andamento, adaptando alunos e professores à utilização de plataformas digitais. Ela também otimizou seus canais de comunicação para se manter presente no dia a dia dos alunos, e de quem quer se exercitar em casa.

Em tempo recorde, a escola desenvolveu vários programas com aulas de Ballet Clássico, Alongamento e Pilates. Além disso, quase que diariamente, está promovendo lives com professores e parceiros no Facebook e Instagram com temas ligados à qualidade de vida.

Desde o dia 16 de março, quando as aulas presenciais da associação foram suspensas, os alunos estão fazendo aulas online por videoconferência, mas também aproveitando com a família, amigos e parentes o conteúdo das mais de 20 aulas online e mais de 30 lives que já foram colocadas no ar.

As aulas de Ballet Clássico – para iniciantes e intermediários – seguem um programa pedagógico de ensino e permanecem à disposição de todos gratuitamente no canal da Associação Fernanda Bianchini no YouTube, algumas com audiodescrição e Libras.

Superando desafios e atravessando oceanos, a associação destaca com muito orgulho uma aula inaugural sobre o Método Fernanda Bianchini realizada neste período de Pandemia na Polônia, e segue trabalhando o Ballet Clássico e as artes como forma de inclusão social para todos. Em outros momentos a associação já ministrou aulas à distância também para a Argentina, Austrália, EUA e Portugal.

Parceria para Tele Atendimento

Descrição da imagem #pracegover: Arte de divulgação das aulas online da Associação Fernanda Bianchini. Em primeiro plano está uma mão segurando um celular. Na tela do aparelho está escrito: Aulas online com o logo da associação. Em segundo plano, está uma bailarina. Fim da descrição.
Aulas online são gratuitas e abertas a pessoas com e sem deficiência (Imagem: Divulgação)

A Clínica Fisio Bianchini, parceira da Associação Fernanda Bianchini há 15 anos, disponibilizou uma equipe de fisioterapeutas para atuação e suporte a alunos, pais, professores e funcionários da AFB, com capacidade de 40 atendimentos semanais.

O foco do trabalho é na atuação de base para a prevenção de lesões, aumento da performance e manutenção das atividades diárias de alunos que precisam de acompanhamento para a realização das aulas de rotina.

Os alunos com baixa visão e cegos totais, em especial, necessitam de acompanhamento frequente para a manutenção do equilíbrio e do condicionamento físico, além de coordenação espacial.

Sobre a AFB

Hoje, no bairro da Vila Mariana, em São Paulo, a AFB atende aproximadamente a 500 alunos, dos 3 anos até a Terceira Idade, com diferentes deficiências e propósitos gratuitamente, de segunda a sábado, com aulas de Ballet Clássico, Contemporâneo e Sobre Rodas, Dança de Salão e do Ventre, sessões de Fisioterapia, Musicalização, Pilates, Sapateado e Teatro.

Curso de formação a profissionais da área de Dança, Educação e Saúde também já faz parte do projeto de ensino da AFB, e deverá ganhar atenção especial com a inauguração da nova sede programada para dezembro deste ano.

Meio aos 60% de deficientes visuais, 30% de outros tipos de deficiências (física e intelectual), existe 10% de alunos sem nenhum tipo de deficiência frequentando as aulas. A ideia de mesclar os diferentes públicos foi uma estratégia encontrada para trabalhar a inclusão social e facilitar a interação entre grupos diversos.

O Método Fernanda Bianchini é o primeiro e único no mundo a ensinar pessoas com deficiência visual à arte da dança, através do tato e outros estímulos sensoriais. Nesses 25 anos mais de 3 mil alunos já passaram pela associação. Alguns já se formaram e seguem profissionalmente atuando na própria escola, ensinando o que aprenderam a novos alunos.

A profissionalização de muitos trouxe um impacto social valoroso e muito otimista a todos os envolvidos nesta causa. Paralelamente ao ensino técnico, a associação também mantém com orgulho a Cia Ballet de Cegos, companhia de dança formada por bailarinas cegas da AFB que já desbravou diversos palcos e encantou muitas plateias pelo mundo, destacando sua participação em eventos e festivais realizados em Londres, Argentina, Alemanha, Nova York, Los Angeles, Chile, México e Polônia.

Para conhecer mais ou contribuir com o trabalho da Associação Fernanda Bianchini basta acessar o site e as redes sociais da AFB!

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.