As descobertas da infância

Descrição da imagem #pracegover: Uma criança está brincando. Ela atravessa blocos de madeira e se equilibra com a ajuda de um adulto, segurando sua mão. Fim da descrição.
Roberta Borges fala da importância do brincar e do afeto na infância (Fot: Divulgação)

Um dia desses mergulhei em mim mesma lembrando das coisas boas da minha infância… 

Me vi animada na sala da nossa casa brincando de casinha com a minha irmã mais nova e nosso ‘boneco’ preferido (risos), o caçulinha da família que se divertia conosco, deixando-se guiar pela fantasia, experimentos, sensações, interesses, descobertas e indescritíveis estímulos sensoriais, cognitivos e fisiológicos que o brincar produz na criança. Quanta coisa boa para recordar!!!

Ah, que coisa fantástica é ser criança! Acessar apenas seus saberes íntimos, sua forma extraordinária de ver e sentir o mundo, os lugares, a natureza, os animais, coisas e pessoas e num piscar de olhos, transformar uma caixa vazia num foguete, num carro ou trem… 

descrição da imagem #pracegover: Duas meninas estão deitadas em um carrinho de mão. Fim da descrição.

Usar sapatos e almofadas para construir pistas, barreiras e montanhas para brincar de carrinhos de ferro (será que eles ainda existem? Nunca mais vi deles por aí!). Permitir-se deitar num carrinho de mão que carrega feno na roça e abraçar os irmãos, os amigos, olhar para céu, aconchegar-se, cuidar, imaginar, sentindo-se livre e parte desse universo grandioso. 

“O brincar é altamente benéfico e poderoso no desenvolvimento infantil. É ali, naquela entrega legítima e intensa da criança ao lúdico que muitas coisas se mostram, se explicam e se fortalecem. 

Quando a criança brinca, produz os chamados hormônios da felicidade – dopamina, oxitocina, endorfina e serotonina – neurotransmissores potentes que enviam estímulos diversos ao cérebro que imediatamente responde disparando para diferentes partes do corpo emoções e estímulos fisiológicos fundamentais para o desenvolvimento global. 

Tudo sincronizado, orquestrado nesse deleite prazeroso e lúdico que o mundo da fantasia e da imaginação oferece de graça à infância e a quem se permita experimentar. 

Através do brincar a criança acessa quem realmente é, mostra ao mundo a que veio, demonstra a sua essência, suas alegrias, suas dores, seus medos, suas vulnerabilidades, interesses, vivências, comportamentos do cotidiano, padrões e estruturas parentais…

Percebe outras maneiras de se conectar ao mundo, organiza seus pensamentos, sentimentos e desenvolve a percepção de si mesma e do entorno.

“O lúdico é fundamental para desenvolver inúmeras habilidades sensoriais, cognitivas, físicas e socioemocionais na pessoa.  E transcende as potencialidades singulares, os talentos e aptidões tanto como sinaliza limitações e pontos de atenção no desenvolvimento.  

Que coisa incrível é observar uma criança ou adolescente brincar! Perceber claramente que o brinquedo ou o jogo é um objeto facilitador do seu universo interno e, quando utilizado com critério e consciência por pais e educadores, pode ser uma gloriosa ferramenta de conexão entre ambos. 

Simmmm, o brincar é coisa séria e tão potente que pode ser utilizado em diferentes contextos, desde o lúdico pelo brincar livremente, como também assumir um olhar terapêutico ou pedagógico, dependendo da finalidade previamente estabelecida.

descrição da imagem #pracegover: Três meninas estão deitadas no chão olhando para o céu. Fim da descrição.

No entanto, aqui, quero chamar atenção para a sua força afetiva na formação humana das crianças e adolescentes. E nós adultos também! Rsrsrs… Quão indescritível é nos permitirmos parar por alguns instantes diariamente, e entregar aos nossos filhos e educandos esse “tempo de qualidade” tão necessário e transformador para a vida dos nossos amores. É aqui que fortalecemos vínculos e demonstramos nosso interesse por quem são. 

Validamos suas emoções e necessidades pessoais. Compreendemos quem realmente são e o que desejam para suas trajetórias de vida, mesmo que lá na frente mudem de ideia porque afinal esse é um direito legítimo. 

Construímos memórias afetivas, ouvimos música, dançamos, corremos, pulamos, brincamos de cabaninha, nos sujamos de tinta, de areia e barro, lemos e inventamos histórias. Resgatamos sem querer a nossa linda e quase sempre esquecida criança interior. 

E creiam, é fato que quando as crianças brincam acessam de algum modo a plenitude e o céu. Mas nós, pais e educadores, temos a oportunidade única de acessar a nós mesmos, a nossa essência pura e doce da infância, e quem sabe perceber o que de fato faz sentido em nossas vidas. 

Quais escolhas realmente construíram significância ao nosso caminhar e claro, quem sabe ressignificar, rever os planos, trilhar novas estradas porque nada pode ou deveria ser mais importante do que estar AQUI e AGORA degustando dessa oportunidade inigualável de partilhar a vida com nossos filhos e educandos.

Neste ano, a Semana Mundial do Brincar acontece entre os dias 22 e 30 de maio. Existem muitas ações especiais acontecendo em todo o planeta para resgatar e valorizar a importância do brincar para o desenvolvimento. 

E aqui, vou além da infância que certamente é o berço, a raiz para tudo o que vem depois, englobo os adolescentes e adultos também, porque meu desejo real é que pudéssemos carregar essa leveza, espontaneidade e bondade da infância até a velhice, pois em qualquer fase da vida o lúdico, a criatividade, a imaginação e o simbólico nutrem nossos potenciais mais cristalinos. 

O que seria do mundo se fosse assim?

Então, por favor, brinque sempre, todos os dias se puder, transforme os momentos singelos do cotidiano em oportunidade de conexão. Até mesmo a hora de colocar a sua criança para dormir pode e deve ser um momento mágico de afeto, segurança e gentileza. Blinde sua mente com memórias nutritivas e prazerosas. Vele seu sono inicial com afirmações positivas que lhe façam perceber que é aceita e amada incondicionalmente. Perceba cada sinal que ela lhe dá. Valorize o que faz seus olhos brilharem, seu corpo responder e suas emoções explodirem. Ela merece crescer acolhida, e você também! 

Faz sentido para você? Vamos juntos?

É preciso cuidar das pessoas para transformar o mundo!

Com amor, gratidão e toda luz no seu caminhar,

Roberta Borges

Publicidade
Portal Acesse

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.