App promove o aprendizado humanizado da Libras

Descrição da imagem #pracegover: Print da tela do app. No centro está o intérprete de Libras fazendo o sinal da palavra amor. No canto superior direito estão os logos da Libras na Ciência e do Abeille LIBRAS. Fim da descrição.
App foi desenvolvido para ensinar Libras de forma humanizada (Imagem: Reprodução)

Os dias 23 e 24 de abril são datas muito importantes para a comunidade surda. Nelas são comemorados o Dia Nacional da Educação de Surdos e o Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais, respectivamente.

Para marcar a data em que o Brasil instituiu oficialmente a Libras com o status de língua, ocorrida em 2002, neste sábado acontece o lançamento do Abeille LIBRAS, aplicativo focado no aprendizado humanizado da Língua Brasileira de Sinais.

Abeille LIBRAS

Descrição da imagem #pracegover: Print da tela do app. No centro está o intérprete de Libras. Fim da descrição.

Idealizado com a proposta de facilitar o aprendizado de Libras, o aplicativo funciona como um elo entre os três pontos de comunicação gestual: intérpretes, comunidade surda e estudantes de Libras.

O grande diferencial do Abeille é que ele conta com uma equipe de intérpretes de Libras, que gravam os vídeos para uma plataforma. Para isso, eles contam com a curadoria da equipe da Libras na Ciência.

“Fizemos questão de usar intérpretes reais não apenas como forma de valorizar a profissão, mas por conta de toda uma riqueza na expressividade gestual e facial, além de querermos uma aproximação maior entre usuários e intérpretes”, explicam Mayara e Jackson.

Com a ferramenta em mãos, cada intérprete (especialista convidado ou especialista da Libras na Ciência) poderá auxiliar na tradução e moderação de vocábulos e expressões presentes no dicionário.

Já do lado do usuário comum, independente de eles serem surdos ou ouvintes, será possível consultar vocábulos e expressões e tirar dúvidas diretamente com os professores, o que torna o Abeille LIBRAS numa ferramenta perfeita para o estudo da Língua Brasileira de Sinais.

O aplicativo é resultado de uma parceria entre os desenvolvedores recém-formados Mayara Santos e Jackson Leite, e as empresas GoodBros e Libras na Ciência, que se destacam na área de inclusão, acessibilidade, educação e comunicação.

Desenvolvedores e parceiros

Mayara Santos tem formação no curso Técnico de Informática (ETEC – 2017) e no curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Faculdade de Tecnologia do Ipiranga – 2020).

Jackson Leite veio do Distrito Federal para São Paulo em busca de oportunidades de estudo. Neste ano, ele se forma no curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Faculdade de Tecnologia do Ipiranga).

Juntos, e inspirados por um projeto que desenvolveram durante a faculdade envolvendo a Libras, eles decidiram criar o Abeille LIBRAS. A ideia do nome veio a partir do fato de que Abeille, em francês, significa abelha, que é um inseto símbolo de cooperação e comunicação.

O idioma francês foi escolhido em homenagem ao abade francês L’Epée, que criou o que viria a ser a primeira linguagem de sinais e escola para surdos.

Durante o desenvolvimento do projeto, perceberam que embora a comunidade surda tenha conquistado muitos direitos e visibilidade no Brasil, ainda há muito o que se fazer. É necessário que haja uma forma de incluir a língua de sinais no cotidiano do brasileiro de forma que ela não seja vista como algo exclusivo e restrito apenas às pessoas surdas e intérpretes.

No fim de 2020, com a ajuda de um dos professores da faculdade, os desenvolvedores conheceram Rodrigo Credidio, fundador da empresa GoodBros, que se interessou pelo projeto.

Por intermédio de Rodrigo, conheceram Rafael Dias Silva, diretor da empresa Libras na Ciência, participante do programa DNA USP – criado para identificar empresas que de alguma forma estão ligadas à Universidade de São Paulo, através da chancela de qualidade e excelência de uma das mais importantes universidades do mundo.

Libras na Ciência

Desde 2012, a Libras na Ciência tem por objetivo desenvolver cursos de formação inicial e continuada em Libras, cursos de Tradução e Interpretação (Libras/Português), Libras na esfera da saúde, jurídica, preparatório para o vestibular, oficinas sobre práticas educacionais para alunos surdos, intérpretes para eventos e desenvolvimento de materiais didáticos bilíngues, além de palestras sobre acessibilidade e inclusão.

Atualmente a empresa conta com polos educacionais nas cidades de São José dos Campos (SP) e Franca (SP), além da capital paulista, atuando com o compromisso de oferecer uma educação de qualidade, numa perspectiva inclusiva, respeitando o ser humano e sua singularidade nos diversos campos do saber.

A Libras na Ciência é reconhecida por preparar professores, pesquisadores e interessados no tema para o aperfeiçoamento contínuo, buscando a excelência, criatividade, respeito e honestidade.

As aulas acontecem nas modalidades presencial, remota ou on-line, através de uma plataforma educacional que, atualmente, conta com mais de 800 alunos.

O aplicativo Abeille LIBRAS estará disponível na Play Store a partir do dia 24 de abril de 2021.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.