Adaptações garantem acessibilidade em projeto residencial

Descrição da imagem #pracegover: Ilustração do dormitório adaptado. Fim da descrição.

Nesta semana, compartilho um projeto desenvolvido pelos alunos Sheila Lima, Julia Borelli Ornelas, Lucas Aguirre e Joice Correa para a disciplina Acessibilidade Universal do curso de Design de Interiores do Complexo Universitário FMU.

Trata-se de uma oportunidade de apresentar boas ideias que podem colaborar na mudança de cultura, comportamentos e ações frente aos desafios da inclusão da pessoa com deficiência funcional no Brasil.

Conceito de acessibilidade

Trata-se de um casal com cerca de 30 e poucos anos, sem filhos e financeiramente estável e que acaba de adquirir um novo imóvel. Ela é artista plástica e ele profissional da área de comunicação e marketing.

Os dois gostam de receber amigos e tem por hobby viajar e frequentar exposições e eventos vinculados à área de arte, cinema e design. Um acidente durante o trabalho afetou algumas das habilidades funcionais motoras do marido levando-o a utilizar uma cadeira de rodas.

Foi solicitada a readequação do projeto de design para atender à nova realidade, viabilizando o desempenho das mesmas atividades com independência, qualidade, conforto e bem-estar.

Serão apresentados três dos ambientes: quarto do casal, banheiro e closet, que além de bonitos e de linguagem contemporânea, atendem ao programa de atividades do casal incorporando com elegância algumas tecnologias acessíveis existentes no mercado brasileiro e no exterior.

O closet

Descrição da imagem #pracegover: Ilustração do banheiro adaptado. A área da bancada e do espelho estão em destaque. Fim da descrição.

Para atender às necessidades do casal, o closet ficou aberto, sem portas e foi separado em dois setores: o maior deles localizado em duas das paredes foi dedicado à imensa quantidade de roupas, acessórios, objetos e sapatos da senhora.

A parede restante foi dedicada ao senhor e nela, para facilitar a visualização e manuseio, foram criadas separações com alturas diferenciadas cujo alcance manual varia entre 0.40 m e 1.40m e onde estão distribuídos prateleiras, gavetas, porta objetos, porta gravatas, porta lenços e cintos além das sapateiras, calceiros e camiseiros.

Os cabideiros são basculantes e podem ser instalados em pontos mais altos, pois o varão é puxado para baixo permitindo a descida por inteiro. Em um dos lados, após determinação da forma de aproximação e movimento foi colocado um grande pufe que facilita a troca de roupas e sapatos. Para viabilizar a transferência com mais conforto, o móvel foi suspenso em cerca de 10 cm alinhando-o à altura da cadeira de rodas destacando-se juntamente com o lustre na composição do ambiente.

O espelho do teto ao chão facilita a visualização do look e reflete o elegante papel de parede. Iluminação embutida nos armários facilita na visualização interna.

Dormitório

Para a elaboração do layout, o primeiro passo foi determinar a localização dos ambientes solicitados pelo casal juntamente com a circulação e as manobras que seriam realizadas para o deslocamento da cadeira de rodas.

Encontrada a posição adequada da cama de casal e do aconchegante ambiente para leitura, conversas e café, foram estudadas as manobras de aproximação e transferência da cadeira para a cama motorizada e da cadeira para a poltrona de massagem robótica esmeralda bege. Mesa de apoio e luminária foram alocadas atendendo aos alcances manuais laterais do cliente.

A cama do casal tem reguladores para ajuste de tensão, controle individual de posições além de massageador proporcionando bem estar ao usuário.  Para facilitar a transferência, a cama foi elevada em cerca de 0.10 cm do piso chegando à mesma altura da cadeira.

Em frente à cama afixada à parede, foi colocada uma tela especial de projeção em vidro adequando-se à decoração e aliando alta-qualidade, tecnologia e design ao ambiente.

Banheiro do casal

Descrição da imagem #pracegover: Ilustração do banheiro adaptado. Uma cadeira de rodas está ao lado do vaso sanitário. Fim da descrição.

Para que o casal possa dividir o banheiro da suíte com conforto, a bancada da pia foi projetada prevendo duas cubas: uma fixa e a outra utilizando um sistema de trilhos que permite o ajuste à altura da cadeira de rodas.

O sifão articulado é flexível e seu posicionamento junto à parede permite o acesso frontal com segurança. Para maior comodidade do usuário, os misturadores do lavatório encontram-se em frente à bancada da pia, facilitando a movimentação para uso. 

Em frente, o espelho que toma toda a parede, está inclinado a 10 graus permitindo a vista do usuário em sua totalidade. No Box foi colocada uma cadeira de banho com braços ajustáveis por meio de um sistema de trilhos. Com hidromassagem, a banheira selecionada proporciona um banho relaxante também para o marido.

A aproximação é lateral e a transferência viabilizada pela altura do assento e pela porta deslizante que permite entrada e saída com facilidade.  O vaso sanitário suspenso a 0.46 m tem altura igualada à da cadeira de rodas.

Dicas Profissionais

. Lembre-se de que as circulações devem permitir uma passagem livre de obstáculos e, portanto, segura para os deslocamentos entre os ambientes de um mesmo local. Fios, objetos, tapetes e cantos de móveis devem ser evitados. Corredores confortáveis para usuários de cadeiras de rodas têm no mínimo 0.90 cm de largura. Para o vão das portas, o mínimo é de 0.80 cm para passagem.

. Outra sugestão que garante o conforto e o bem estar do usuário de cadeira de rodas refere-se à qualidade dos deslocamentos e das manobras realizadas. Da mesma forma que um carrinho de bebê, bicicleta, automóvel precisa de espaço adequado para poder fazer giros e manobras, o desenho dessas circulações também precisa ser pensado, pois de nada adianta prever o local para a permanência da cadeira estacionada se o usuário não consegue chegar até lá. Assim, giros completos devem ter 1.50 m de diâmetro para viabilizar uma volta inteira no ambiente. Dependendo do caso, as rotações ocupam 1.20 m x 1.50 m para meia volta e 1.20 m por 1.20 m para girar à esquerda ou à direita por exemplo. Uma circulação confortável, dependendo do modelo da cadeira, precisa de uma largura de 0.80 m.

. Tapetes e carpetes podem ser utilizados na decoração desde que sejam “embutidos” no piso evitando um desnível que pode gerar acidentes ou dificuldade na locomoção da cadeira de rodas. O segredo está em criar uma espécie de recorte no piso na altura exata do tapete ou carpete fixando-o no chão. Essa atitude além de evitar tropeços e quedas, também facilita a circulação sobre rodas.

. Procure sempre utilizar pisos antiderrapantes em ambientes como banheiros, lavabos, cozinhas, lavanderias, garagens e áreas externas. Essa atitude evita escorregamentos em ambientes molhados ou em dias de chuva.

. Procure utilizar sofás, cadeiras, poltronas, camas e assentos que tenham pelo menos 0.46 m. Isso significa que móveis com altura semelhante à da cadeira de rodas dão mais conforto, liberdade e bem-estar ao usuário facilitando a transferência. Como os móveis existentes no mercado não chegam a essa altura, sugere-se que a situação seja corrigida com calços ou ainda elevações que devem ajustar o móvel ou os objetos à altura da cadeira de rodas. Embora não seja a situação ideal, ela permite a compra de produtos disponíveis em qualquer loja.

. Situações confortáveis para manuseio de objetos, roupas e acessórios em espaços destinados a armários e closets podem ter, dependendo da profundidade, alturas variáveis entre 0.40 m e 1.40 m do piso. A altura mínima também pode servir para as tomadas de chão. Isso significa que gaveteiros e demais componentes de armários (cozinhas, dormitórios, banheiros, lavanderias e closets) devem estar nestas alturas para que o usuário de cadeira de rodas possa encostar lateralmente e pegar ou guardar os objetos e roupas sem necessitar da ajuda de outras pessoas da casa.

. Pias, mesas e bancadas em geral podem ter alturas entre 0.75 m e 85 m lembrando sempre que o vão entre chão e a parte debaixo da mesa precisa ter altura livre de qualquer obstáculo (como gavetas, sifão entre outros) de 0.73 m para evitar batidas e machucados para o usuário de cadeira de rodas.

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.