São Paulo tem ação de conscientização sobre autismo

Descrição da imagem #pracegover: Reprodução de parte do cartaz de divulgação da campanha de conscientização do autismo. Na parte central está uma peça de quebra-cabeça, nas cores azul e verde, e sobre ela estão três meninos brincando. Na parte superior está escrito: travessura ou autismo?, com um ponto de interrogação formado por peças coloridas de quebra-cabeça. Fim da descrição.
Campanha pretende conscientizar sobre o autismo (Foto: Reprodução)

Quantos autistas estão entre nós? Essa pergunta consta em um dos cartazes espalhados pelas estações da ViaMobilidade e da ViaQuatro, concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô, em São Paulo, durante abril, mês em que se celebra o Dia Mundial de Conscientização do Autismo.

Em resposta à questão, o cartaz informa que os Estados Unidos divulgaram recentemente a prevalência de um autista a cada 54 nascimentos. Nos últimos 16 anos, a população de autistas aumentou mais de três vezes.

Estima-se que o Transtorno do Espectro Autista (TEA) atinja cerca de 70 milhões de pessoas no mundo. Cada vez mais é necessário entender os autistas, incluindo-os na sociedade, daí a campanha nas estações em parceria com o Instituto PENSI, associação que dissemina conhecimento em saúde infantil.

Dia Mundial do Autismo

Um distúrbio no desenvolvimento do cérebro, o autismo afeta a capacidade de relacionamento com pessoas e o ambiente. O tratamento depende do tipo de autismo e, em geral, é multidisciplinar. A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia 2 de abril como o Dia Mundial do Autismo.

Além dos painéis informativos, a ação inclui cartilhas ilustradas pelo cartunista Ziraldo com informações sobre o transtorno que podem ser retiradas pelo público nos nichos de leitura das 27 estações, vídeos nos monitores e posts nas redes sociais das concessionárias.

“Incentivamos com essa campanha o respeito às diferenças em nossa sociedade e o diagnóstico precoce do autismo, para que as pessoas com o distúrbio tenham o direito à mobilidade e à desenvolver suas habilidades”, afirma Juliana Alcides, gerente de Comunicação e Sustentabilidade das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô.

Confira os cartazes da campanha!

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.