Cientista cria produtos para facilitar a vida rotina de pessoas com deficiência

Conheça a história dessa mulher incrível que nasceu para transformar o mundo.

Descrição da imagem #PraCegoVer: A cientista Michele de Souza. Ela é uma mulher morena, de pele clara e cabelos loiros, lisos, na altura do ombro. Ela usa uma roupa preta. Ao fundo, vemos a plateia do programa Shark Tank Brasil. Fim da descrição.
A cientista brasileira criou produtos para pessoas com deficiência (Foto: Reprodução)

Na última temporada do programa Shark Thank Brasil, exibido pelo canal Sony, o público se emocionou ao conhecer a história da cientista que cria produtos para facilitar a vida de pessoas com deficiência. 

Durante sua participação no programa, Michele de Sousa contou que, em 2009, sua esposa foi diagnosticada com câncer ósseo. Apesar de trágica, a notícia motivou Michele a desenvolver soluções para pessoas com deficiência. 

Daí surgiu um exoesqueleto e uma mão eletrônica que melhoram a mobilidade e estimula a sensibilidade de pessoas com deficiência. 

Os produtos são criados pela Cycor Cibernética, empresa criada por Michele, em 2013, para impactar vidas por meio da tecnologia. 

Durante a apresentação, a plateia se comoveu ao descobrir que a esposa da empresária morreu antes dela concluir o projeto. “Infelizmente, em 2010, ela faleceu, poucos dias depois eu consegui concluir a tecnologia que poderia ter salvo a vida dela. Isso acabou me motivando para fazer com que essas tecnologias chegassem até as pessoas”, conta a cientista. 

A cientista e o autismo

Ao final, Michele revela que, aos 13 anos, foi diagnosticada com síndrome de Asperger, o que a fez entender sua vontade expressiva de estudar. 

Um ano depois, ela ingressou no curso de Ciências Tecnológicas e Biológicas. Ela também se especializou em neuroengenharia e em integração entre seres vivos e máquina. 

Durante esse processo, ela também estudou oratória e fez cursos voltados para negócios, já com o foco em fundar sua própria empresa.

Acompanhe essa história, na íntegra, e saiba se os investidores apostaram no projeto!

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.