Jovens desenvolvem projeto de automação para bengalas

Projeto é resultado do TCC dos alunos de Engenharia Elétrica do Ceunsp.

0
73
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Apresentação do projeto de automação para bengalas. Um telão com a imagem de um ícone com uma bengala e alguns dados. Pessoas acompanham a apresentação, que está sendo feita por um homem. Fim da descrição.
Projeto de automação da bengala pretende beneficiar pessoas com deficiência visual (Foto: Divulgação)

O projeto sobre automação de bengalas para pessoas com deficiência visual, elaborado em 2017, como trabalho de conclusão de curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp), foi um dos classificados para participar da seletiva estadual da 20ª edição do Acelera Startup.

Organizado pela FIESP, em parceria com o CIESP e o Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE), o evento tem como objetivo desenvolver o empreendedorismo e fomentar novas ideias de projetos.

Entre as premiações do Concurso Acelera Startup está a possibilidade de aporte financeiro para aceleração dos melhores projetos. A primeira fase do evento aconteceu em Sorocaba (SP), em setembro e, segundo a organização, recebeu 92 inscrições, das quais 52 projetos foram selecionados e 10 classificados para a seletiva estadual. Entre eles o trabalho sobre automação de bengalas, elaborado por Wellington Pires, Anderson Pires, Rômulo Marques e Gabriel Lima, moradores da região de Salto, sob orientação do professor Manuel Trespalacios do Ceunsp.

Segundo Wellington Pires, o objetivo da automação é facilitar o dia a dia de deficientes visuais. “Elaboramos dois sensores para facilitar a identificação de objetos e evitar batidas e acidentes. Além disso, há ainda uma tecnologia instalada na ponta da bengala que alerta, com uma mensagem gravada, viabluetooth, os locais por onde o usuário passar”, explica o ex-aluno.

De acordo com o professor do Ceunsp, André Luiz Palhardi, que incentivou os alunos a inscrever o projeto no Acelera Startups, a classificação no concurso reflete a seriedade e qualidade dos trabalhos desenvolvidos na instituição. “A dedicação dos alunos e dos docentes em sua orientação são marcas registradas dos cursos oferecidos pelo Ceunsp”, comenta.

O projeto segue para a premiação estadual, que acontece nos dias 12 e 13 de novembro, na sede da FIESP, em São Paulo.

Para Wellington, a aprovação para seletiva estadual representa uma oportunidade de transformar a ideia em um produto de mercado. “Acreditamos muito nesse projeto e ficamos muito felizes com a classificação. Nosso objetivo agora é apresentar nosso trabalho e conseguir parceiros de investimento para avançar com essa ideia”, finaliza.

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.