Cego realiza sonho ao escalar montanha mais alta da Europa

Jack Garner, que já havia escalado outros montes, como o Everest, encarou o desafio de subir no monte mais alto da Europa, em meio à neve.

0
111
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Algumas pessoas estão no topo de uma montanha que está coberta de neve. Em destaque, estão dois homens, que usam jaquetas com capuz para se protegerem do frio. Um dos homens tem deficiência visual. Fim da descrição.
Homem cego realiza sonho de escalar montanha mais alta da Europa (Foto: © Adventure Peaks)

Na última semana, Jack Garner conquistou um sonho e um feito surpreendente, que agora o coloca como o primeiro britânico cego a escalar a montanha mais alta da Europa.

Aos 23 anos, o rapaz escalou o Monte Elbrus, na Rússia, e para isso, teve que ultrapassar rajadas de vento com mais de 80 quilômetros por hora e que aguentar temperaturas de menos 37 graus centígrados, que obrigaram seu grupo a ter uma estadia um pouco mais longa, que o normal, na montanha mais alta da Europa.

Além das adversidades climáticas, Jack teve que superar a deficiência visual. Ele, que é cedo desde os 11 anos, perdeu a visão devido a uma condição genética.

 

Histórico de escaladas 

Jack tem um histórico de escaladas e, em 2015, ele levou seis dias para subir o Monte Kilimanjaro, na Tanzânia. No ano seguinte, ele escalou o Evereste, montanha de maior altitude da Terra.

“Meus pais ficaram preocupados quando eu disse que escalaria a montanha mais alta da Europa, mas eu estava com uma equipe que me deu suporte para encarar os desafios de escalar no gelo”, conta Jack, que considera o feito como “a melhor sensação que existe”.

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

. Menino rouba a cena em encontro com Meghan e Harry

AACD lança o Teleton 2018

CDH vota projetos pelos direitos das pessoas com deficiência

 

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.