McDonald’s promove ação de conscientização no Dia do Surdo

Três restaurantes receberam atividades interativas e educativas sobre a deficiência auditiva.

0
9870
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Grupo de pessoas que participaram da ação no McDonald's. Eles estão na frente da loja onde aconteceu a ação. Fim da descrição.
Grupo de pessoas que participaram da ação no McDonald's, em São Paulo (Foto: Divulgação)

A unidade do McDonald’s de maior movimento na América Latina, no Shopping Itaquera, em São Paulo (SP), recebeu a primeira parte de uma iniciativa de conscientização pelo Dia do Surdo.

A ação integrou a campanha #surdoehquemfala, criada em 2016, pela apresentadora do ‘Auto Esporte’, Millena Machado, que participou da ação com o diretor de RH do McDonald’s, Marcelo Nóbrega.

“Esta é uma campanha que está muito alinhada com as diretrizes da companhia. Dar oportunidade às pessoas com deficiência faz parte do nosso DNA. Apoiamos a diversidade e acreditamos que podemos nos conectar melhor com nossos funcionários e consumidores, pois quando contratamos uma pessoa com deficiência promovemos um ambiente de trabalho muito mais justo e inclusivo”, destaca Marcelo.

 

Dia do Surdo

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. O diretor de RH do McDonald's, Marcelo Nóbrega, está aprendendo alguns sinais em Libras com o arquiteto Alexandre Ohkawa,. Ao fundo, a jornalista Milena Machado Grupo acompanha tudo. Fim da descrição.
O diretor de RH do McDonald’s, Marcelo Nóbrega, aprendeu alguns sinais em Libras com o arquiteto Alexandre Ohkawa, que é surdo (Foto: Divulgação)

A ação aconteceu também em outros dois restaurantes do McDonald’s, na região de Itaquera, durante a Semana de Acessibilidade Surda. Nesta iniciativa, o trio da empatia, formado por uma pessoa com deficiência auditiva, uma fonoaudióloga e um intérprete de Libras, convidou as pessoas nos restaurantes a conhecer a realidade de um surdo na prática para reforçar a importância de se preservar a audição e também de se comunicar adequadamente com este público.

“A surdez é invisível, por isso precisamos chamar a atenção para isso. Por que chamar de deficiência? É uma característica que pode ser de qualquer um, assim como a cor dos olhos ou dos cabelos. Os surdos têm o direito de trabalhar e de consumir, assim como as pessoas com pouca mobilidade ou cegas. É importante termos empresas que se preocupem com a diversidade, estruturadas para acolher formas diferentes de ver e sentir o mundo”, comentou Millena durante a abertura do evento.

Movimento #surdoehquemfala

O movimento surgiu com o objetivo de diminuir o preconceito e gerar visibilidade para a questão do desemprego das pessoas com deficiência auditiva. O McDonald’s conta com toda uma estrutura de contratação e inclusão de pessoas com deficiência. Hoje, a companhia investe 40 milhões de reais em capacitação pessoal no Brasil, incluindo colaboradores com deficiência.

Além do treinamento, a empresa conta com mais de 100 organizações parceiras que auxiliam em iniciativas que garantam um melhor desenvolvimento deste perfil de profissional. A rede também possui uma equipe dedicada exclusivamente à captação, contratação, acompanhamento e integração dos profissionais com deficiência para os restaurantes.

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

. 10 melhores filmes sobre deficiência auditiva para entender a cultura surda

. Link 2018: Hand Talk reúne especialistas em acessibilidade digital

Sesc promove encontro do Clube do Livro em Libras

 

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.