O terapeuta ocupacional e a equoterapia

0
1205
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na vertical. Uma mulher está montada em um cavalo marrom. A mulher está sorrindo. Fim da descrição.
O terapeuta ocupacional tem papel fundamental no desenvolvimento da equoterapia (Foto: Divulgação)

O terapeuta ocupacional é um profissional regulamentado pelo Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) que tem como objetivo realizar o acompanhamento e demais cumprimentos como autarquia federal desses profissionais.

A terapia ocupacional é voltada para a área da saúde promovendo a prevenção, tratamento e reabilitação de pessoas com quadros cognitivos, afetivos, perceptivos e psicomotores, podendo ser essas de distúrbios genéticos, traumáticos e doenças adquiridas, por meio da atividade humana em desenvolvimento de projetos terapêuticos específicos.

O terapeuta ocupacional, mas conhecido como T.O. pode realizar uma intervenção voltada para o indivíduo ou em grupo, na maioria das vezes voltada para a análise da atividade humana.

Entre as especialidades do terapeuta ocupacional citamos: reabilitação em MMSS – membros superiores, neurologia, ortopedia, saúde mental, social e educacional.

Atuam como profissionais em instituições, clínicas e sistema educacional, entre outros.

 

O terapeuta ocupacional e o fisioterapeuta

O terapeuta ocupacional não faz a mesma coisa que o fisioterapeuta. Normalmente, muitas pessoas ao procurarem um terapeuta ocupacional confundem o profissional com o fisioterapeuta, mas qual é a diferença?

O terapeuta ocupacional atua com reabilitação física também, pode ser confundido com o fisioterapeuta por trabalharem intervenções próximas como movimento e função, porém o fisioterapeuta busca a intervenção mais voltada ao movimento e o terapeuta ocupacional voltado à função e atividade da vida humana, com características mais refinadas, mesmo assim não excluí o movimento.

“O fisioterapeuta não substitui o terapeuta ocupacional e vice-versa.”

 

Equoterapia e o terapeuta ocupacional

O terapeuta ocupacional é um profissional que vem se destacando na equipe de equoterapia pela sua importância no setting terapêutico para as pessoas com deficiência.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato quadrado. A terapeuta ocupacional Rebecca Martins está abraçando uma criança. Eles estão ao lado de um cavalo marrom. Fim da descrição.
O terapeuta ocupacional Rebecca Martins com um de seus pacientes (Foto: Divulgação)

Segundo a terapeuta ocupacional Rebecca Martins, equoterapeuta da Hípica Santa Terezinha e profissional do Hospital Geral de Carapicuíba, este profissional como integrante do setting terapêutico na equoterapia tem a atuação na avaliação e diagnóstico ocupacional do praticante, como indicação de objetivos, procedimentos, instrumentos adaptativos e a análise das atividades.

Normalmente, quando uma família procura um centro de equoterapia para habilitação ou reabilitação de um quadro motor, o profissional mais buscado é o fisioterapeuta, entretanto o trabalho do T.O. dentro dos centros de equoterapia tem crescido e ampliado cada vez mais.

 

Conheça alguns direcionamentos do terapeuta ocupacional na equoterapia:

  1. Estabelecer processos interventivos para facilitar, estimular e mediar a relação terapêutica, com significado e trabalhando a potências em diversos âmbitos como o motor, o funcional, o sensorial, o cognitivo e o emocional do praticante;
  2. Participar da avaliação multidisciplinar com posicionamento perante a equipe nos objetivos interdisciplinares;
  3. Preescrever e confeccionar adaptações;
  4. Adaptar materiais de equoterapia, equitação, pedagógicos e fisioterapêuticos para os quadros diagnósticos apresentados;
  5. Mediação das atividades de vida diária (AVDs) entre o cavalo e o praticante, principalmente nas atividades de solo;
  6. Organizar o setting terapêutico em que as atividades propostas possam ser ampliadas para o cotidiano do praticante;
  7. Fortalecer as discussões de casos no âmbito da indicação e contraindicação;
  8. Contribuir nos objetivos interdisciplinares para os quadros motores, comportamentais e cognitivos.

 

“O terapeuta ocupacional é um profissional que deveria atuar em todos os centros de equoterapia, porque sua atuação provoca processos de desenvolvimento que vão além do setting terapêutico para o praticante.”

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

. O paravolei e suas referências

Saiba qual a importância do psicólogo na equoterapia

Conheça a atuação do fisioterapeuta na equoterapia

 

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.