Princesa Sophia: mãe incentiva a filha cega a ser independente

0
2095
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato quadrado. A menina Sophia está sentada na escada. Ela é uma menina morena, de cabelos castanhos, cacheados, e usa uma sandália aberta, calça legging estampada e blusa de manga comprida cor de rosa. Fim da descrição.
Sophia é incentivada pela mãe para ser independente (Foto: Reprodução)

Muitas pessoas estão se surpreendendo com um vídeo em que uma mãe incentiva a filha cega a ser independente. A pequena Sophia, de 4 anos, é incentivada por sua mãe para atravessar um quintal, cheio de escadas, para ir até a casa da tia, buscar achocolatado.

Atendida pela Laramara – Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual, Sophia mora na cidade de Guarulhos (SP), com sua mãe, Fernanda Almeida, que criou uma página na internet chamada Princesa Sophia, para compartilhar as experiências e o processo de adaptação da menina.

 

 

Entre as experiências compartilhadas, temos o primeiro contato de Sophia com a bengala, e o uso correto do piso de orientação podotátil.

Cega decorrente do nascimento prematuro, Sophia é atendida semanalmente na Laramara. Segundo a pedagoga da instituição, Maria Aparecida Carlini, para ter independência, a pessoa com deficiência visual precisa explorar o mundo e vencer seus desafios sozinha. “Orientamos os pais que deixem seus filhos viver de forma autônoma para não interferir no desenvolvimento infantil. Para facilitar este processo, o brincar e a brincadeira são essenciais, pois contribuem para inclusão em casa, na escola e na comunidade”, explica.

Em um contraponto aos estigmas sociais, Fernanda e Sophia fazem sucesso nas redes e revelam que as pessoas com deficiência visual podem viver livres. “Sempre estou por perto para proteger quando é necessário, mas quero que minha filha explore o mundo à sua volta e desenvolva habilidades importantes para o seu dia a dia. Com os vídeos que publiquei, recebo muitos comentários positivos, que incentivam sua independência”, comenta Fernanda.

Para que casos como a de Sophia e sua família possam surpreender e contrariar todas as expectativas, a Laramara conta com uma equipe multidisciplinar com mais de 30 especialistas. No trabalho com as crianças, os profissionais se baseiam em atividades e recursos do livro ‘Brincar para todos’, escrito por Mara Siaulys, presidente da Laramara, que também tem uma filha cega, Lara, que deu origem à Laramara.

 

 

 

Outras notícias sobre Deficiência Visual

. Pessoas com deficiência visual e a automaquiagem

. Mostra retrata cotidiano da cia. de ballet de cegos

. Espaço lúdico estimula crianças por meio da arte

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.