Instituto Santa Teresinha reúne comunidade surda em São Paulo

0
2680

No sábado, 24/06, aconteceu mais uma edição da tradicional Festa Junina do Instituto Santa Teresinha (IST).

Referência na educação e no desenvolvimento de surdos, o instituto promove a festa há muitos anos, e, segundo sua diretora pedagógica, Andrea Bast, há pelo menos 20 anos, ela é considerada o maior evento da comunidade surda do Brasil.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Nela está o aluno Gabriel Henrique. Ele é um rapaz jovem, com a pele morena e cabelos castanhos. Gabriel usa uma camiseta verde e está com sua mochila. Ele está sorrindo. Ao fundo, vemos algumas pessoas que participam do evento. Fim da descrição.
O aluno Gabriel Henrique (Foto: Bianca Ponte)

Aluno do terceiro ano do IST, Gabriel Henrique, 18 anos, que é surdo, garante que “a festa é um grande momento para conhecer pessoas novas e reencontrar amigos”.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Nela está a professora Hanna Cestari. Ela é uma mulher jovem, com a pele morena clara e cabelos castanhos, lisos e compridos, que estão amarrados em dois rabos laterais. Ela usa uma camiseta vermelha com a ilustração, em azul, de um globo com sinais da Libras, e uma camisa xadrez, nas cores vermelha e azul. Hanna está sorrindo. Ao fundo vemos algumas barracas de guloseirmas. Fim da descrição.
A professora Hannah Cestari (Foto: Bianca Ponte)

Já para a professora de Libras no IST, Hannah Cestari, “a festa é maravilhosa, sempre recebe muitas pessoas e dá para aproveitar muito e conhecer a cultura desse lugar incrível”, explica ela, que é surda.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Nela está a aluna Gardênia Damião. Ela é uma mulher morena, com cabelos castanhos, lisos e compridos. Ela usa uma camiseta vermelha com a ilustração, em azul, de um globo com sinais da Libras. Ela está sorrindo. Ao fundo vemos algumas pessoas que estão no evento. Fim da descrição.
A aluna Gardênia Damião (Foto: Jansey Oliveira)

Outra aluna que fez questão de participar da festa, Gardênia Costa Damião, é ouvinte e há três anos estuda Libras no IST. Ela, que sempre teve amigos surdos, aproveitou para levar familiares e amigos ao evento. “Eu amo esse instituto e essa festa. Por isso, trouxe toda a minha família e alguns amigos surdos para conhecer esse lugar.”

Para o professor de Libras, André dos Santos Silva, que é ouvinte e ajudou nossa equipe com a tradução das entrevistas, a festa é um grande marco. “Este é um momento importante para o surdo porque aqui ele tem a oportunidade de reencontrar amigos antigos e de conhecer novos. Mais que uma festa, é um marco.”

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Nela, está o cantor Mc Milk. Ele é um rapaz jovem, com pele morena. Ele está com uma camiseta preta e usa um boné vermelho e um colar com um crucifixo. Ele está com os braços abertos e sorri. Fim da descrição.
O cantor de pop melody Mc Milk (Foto: Bianca Ponte)

O evento contou ainda com um show do cantor de pop melody MC Milk. “Eu conheci uma garota surda, durante a produção do clipe, e por conta desse contato eu comecei a aprender Libras e acabei inserindo alguns sinais na letra da música Você é linda. Para mim, é gratificante ver que tanto a comunidade surda tem acompanhado meu trabalho a partir disso, e também ver pessoas que não têm contato com a deficiência buscar conhecer mais sobre os sinais. Sem sombra de dúvidas a Libras vai estar para sempre no meu trabalho e a mensagem que eu deixo para todos é que aprendam Libras e tornem esse mundo mais inclusivo”, conta o músico.

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.