Diário de aprendizagens e dificuldades

0
2111
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. A imagem tem fundo branco. Do lado direito temos um novelo de lã amarela solto, que se transforma em uma lâmpada. Ao redor do novelo, que forma a lâmpada, temos o desenho de um bocal e traços circundando o novelo, remetendo à chama da lâmpada. Fim da descrição.
Atividade tem por objetivo estimular a metamemória dos alunos (Foto: Divulgação)

Por: Zilanda Souza*

A atividade desta semana tem por objetivo estimular a metamemória, proporcionando que a criança organize o que aprendeu na aula ou durante a semana e o que não conseguiu aprender. Confira a seguir!

Objetivo: Além de estimular habilidades, oferece ao professor uma espécie de ‘raio X’ da turma dentro dos campos do saber e do não saber. A partir daí ele poderá propor as intervenções necessárias.

Como aplicar: O professor propõe a construção de um diário que conte um pouco sobre as experiências escolares ao final do dia, durante a semana ou ao final de um conteúdo específico. Esse momento é individual e introspectivo. Pode-se usar um recurso musical que provoque essa introspecção, enquanto as crianças registram. O professor poderá estabelecer critérios de registros, e cada pergunta deverá estar registrada numa folha separada.

Exemplo: Provocar questionamentos como o que eu aprendi sobre classes de palavras? Quais exercícios foram os mais marcantes? Em que momento me senti triste e desanimado? Porque? O que não consegui aprender?

Depois dos registros, numa roda, o professor encoraja os alunos a apresentarem o seu diário para a turma. Na apresentação, cada aluno finaliza completando o mural ‘POSSO AJUDAR’ e ‘PRECISO DE AJUDA’. Ao final das apresentações teremos um mural da turma com a lista de habilidades e necessidades.

As crianças que não quiserem apresentar seu diário, deverão ser respeitadas na sua decisão.

O professor deve concluir a atividade, mostrando que todos são capazes, possuem habilidades e todos de alguma forma precisam ser ajudados. Juntos poderão fazer um bom trabalho, mas antes de tudo, é preciso respeitar as diferenças.

Perguntas:

. Por que é importante conhecer as nossas dificuldades e habilidades?

. Você e o seu colega possuem as mesmas habilidades e dificuldades?

. Você pode contribuir com a aprendizagem de algum colega? Em qual área você poderá contribuir?

. Como você se sentiu organizando o que você sabe e o que você não sabe?

. Após observar os murais ‘POSSO AJUDAR’ e ‘PRECISO DE AJUDA’, qual nome você daria para a turma?

 

Instagram: @espacovidagvbsb | Facebook: @espacovidagv | Youtube: Canal Espaço Vida

 

 

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Nela, Zilanda Souza está sentada à frente de uma mesa, e segura alguns de seus livros: Brincando de Palavrear e o livro do programa de treino em funções executivas Super 6º Ano. Fim da descrição.
Foto: Vítor Beltrame

*Zilanda Souza é mãe, professora, especialista em psicopedagogia e neuropsicopedagogia. Autora do livro ‘Brincando de Palavrear’, escritora da coluna ‘Desenvolvimento e Aprendizagem’, coordenadora da pós-graduação em neurociência aplicada a avaliação e intervenção psicopedagógica. Diretora da Espaço Vida em Minas Gerais e no Distrito Federal. Atua em pesquisa voltada para a intervenção em funções executivas em crianças do ensino fundamental anos finais.

 

 

 

Portal Acesse
SHARE
Previous articleAtleta saudável: Programa garante avaliação médica para atletas
Próximo artigoTIM apoia nova tecnologia para surdos
Mãe e educadora, especialista em psicopedagogia e neuropsicopedagogia, doutoranda em Saúde Coletiva. Autora do livro ‘Brincando de Palavrear’, coordenadora da pós-graduação em neurociência aplicada a avaliação e intervenção psicopedagógica e doutoranda em saúde coletiva. Diretora da Espaço Vida em Minas Gerais e no Distrito Federal. Atua em pesquisa voltada para a intervenção em funções executivas em crianças do ensino fundamental anos finais.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.