Praia Para Todos comemora 10 anos

0
1587
Descrição da imagem #PraTodosVerem: Imagem no formato retangular, na horizontal. Um homem está sentado na cadeira anfíbia, dentro do mar. Ele está sendo amparado por dois jovens que seguram a cadeira e uma outra pessoa está à frente, supervisionando o banho de mar. Fim da descrição.
Pioneiro no Brasil, projeto mudou o paradigma sobre acessibilidade nas praias (Foto: Divulgação)

O Praia para Todos, projeto do Instituto Novo Ser, completa dez anos de atuação. A temporada, iniciada em 16 de dezembro, promete ficar nas areias cariocas, da Barra (posto 3) e Copacabana (posto 5), até o final de abril de 2018.

O objetivo do Praia para Todos é garantir momentos de lazer, acessibilidade e esporte às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. A décima edição do projeto será realizada aos sábados e domingos, seguindo a programação, sempre das 9 às 14 horas.

O projeto oferecerá atividades gratuitas de banho de mar, vôlei sentado, frescobol adaptado, piscina infantil, handbike, com o auxílio de profissionais de educação física, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e, também, de voluntários.

Segundo o idealizador do Praia Para Todos, Ricardo Gonzalez, atualmente o maior desafio do projeto é expandir esse modelo para outras praias. “É um modelo pioneiro e que deu certo. Depois das primeiras divulgações, o projeto se expandiu por outras cidades do Brasil. Com isso, mudamos esse paradigma de que uma pessoa deficiente não pode frequentar a praia. Precisamos alertar a sociedade sobre a acessibilidade. Se até a praia, que era um ambiente de difícil acesso, tonou-se acessível, outros lugares e setores precisam também ser”, ressalta.

 

Praia para Todos

Descrição da imagem #PraTodosVerem: Imagem no formato retangular, na horizontal. Um grupo de pessoas está sentado na areia, jogando vôlei adaptado. Fim da descrição.
Praia para Todos acontece durante todo o verão (Foto: Divulgação)

O Praia Para Todos também já garantiu mudança na qualidade de vida e da autoestima dos participantes. Edson Nascimento, atualmente atleta e maratonista da modalidade handbike, é um exemplo de superação. Ele não era praticante de esporte e não frequentava a praia durante um tempo, até conhecer o Praia Para Todos, que transformou a sua vida.

Ao todo, serão 50 pessoas envolvidas por dia para a realização das atividades, que já beneficiaram mais de seis mil pessoas diretamente e 18 mil pessoas indiretamente.

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

. Praia acessível garante lazer em Maceió

. Natal ganha projeto Praia Inclusiva

. App apresenta opções de turismo acessível

 

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here