Paratleta Caio Ribeiro troca caiaque por robô no Complexo Industrial da Nissan

0
13902
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. O paratleta Caio Ribeiro rema sobre um robô no Complexo Industrial da Nissan. Fim da descrição.
Caio Ribeiro rema sobre um robô no Complexo Industrial da Nissan (Foto: Divulgação/Nissan)

Um dos nomes mais importantes da canoagem brasileira, o paratleta Caio Ribeiro visitou o Complexo Industrial da Nissan, em Resende (RJ). Fã de carros – já teve uma Nissan Frontier, antes de ingressar no Time Nissan 2.0, e hoje dirige um Kicks –, Caio esteve pela primeira vez em uma fábrica de automóveis.

O paracanoísta, medalhista de bronze dos Jogos Rio 2016 e atual vice-campeão mundial, conheceu a linha de produção de onde sai o Nissan Kicks nacional, e ficou impressionado com a fábrica.

Ao passear pela linha de produção, onde são feitos também os modelos Nissan March e Nissan Versa, Caio Ribeiro aproveitou para se divertir com os AGVs – veículos guiados automaticamente. Munido de seu remo, o atleta transformou o robô num caiaque e “remou” pela fábrica. O canoísta ficou impressionado com toda a tecnologia do Complexo Industrial e também com a operação dos robôs.

“Tudo aqui é incrivelmente organizado, e eu me senti em um filme futurista. É incrível ver a relação entre os robôs e as pessoas. Os robôs colocam as coisas em seus devidos lugares e minimizam os erros. E ainda têm sensores de colisão, que fazem com que parem quando uma pessoa ou outro robô cruza seu caminho. É tudo muito organizado e seguro”, comentou Caio, em sua primeira visita ao Complexo Industrial da Nissan.

Caio ainda aproveitou para bater papo com funcionários e com voluntários do Instituto Nissan. Após as conversas, o paracanoísta, que garantiu metade das medalhas brasileiras no último Mundial de Canoagem, no mês passado, viu similaridades entre as rotinas de funcionários da fábrica e as dos atletas.

“O trabalho deles exige nível de concentração altíssimo, e tudo precisa sair perfeito, com mais alto padrão de qualidade. O foco do operador de produção é como o de um atleta, e um mínimo desvio de atenção pode rapidamente se transformar em um problema”, afirmou Caio Ribeiro.

Caio é um dos embaixadores da Nissan, ao lado de outros 11 integrantes da equipe – incluindo o mentor Clodoaldo Silva, lenda do esporte com 14 medalhas em Jogos Paralímpicos. Cada membro ganhou um Nissan Kicks como parte do apoio da empresa. O crossover global da marca japonesa foi lançado mundialmente primeiro no Brasil. Sucesso no mercado nacional, com design marcante e equipamentos inovadores, o Kicks é fabricado no país desde abril deste ano. O modelo é um dos primeiros a aplicar o conceito de Mobilidade Inteligente da Nissan, que busca oferecer uma experiência de transporte mais seguro, mais inteligente e mais agradável.

Nissan no Brasil
A Nissan, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, está presente no Brasil desde 2000 e opera hoje com mais de 160 concessionárias em todos os estados do País. A empresa investiu R$ 2,6 bilhões na construção de seu Complexo Industrial próprio em Resende, no estado do Rio de Janeiro. Esta unidade industrial foi inaugurada em abril de 2014 e tem a capacidade de produzir 200 mil carros e 200 mil motores por ano. Atualmente, a unidade industrial fabrica o Nissan March, o Nissan Versa e o Nissan Kicks, além dos motores flexfuel 1.0 12V e 1.6 16V. A Nissan tem cerca de 2.400 funcionários no Brasil.

Sobre a Nissan Motor Co.
A Nissan é um fabricante global de veículos de linha completa, que vende mais de 60 modelos sob as marcas Nissan, Infiniti e Datsun. No Ano Fiscal de 2016, a empresa vendeu 5,63 milhões de veículos no mundo, gerando uma receita de 11,72 trilhões de ienes. A Nissan desenvolveu, produz e comercializa o veículo 100% elétrico mais vendido do mundo na história, o Nissan LEAF. A sede global da Nissan, em Yokohama, Japão, gerencia operações em seis regiões: Ásia & Oceania; África, Oriente Médio e Índia; China; Europa; América Latina; e América do Norte. A Nissan tem uma força de trabalho global de 247.500 funcionários e tem sido parceira da fabricante francesa Renault, sob a Aliança Renault-Nissan, desde 1999. Em 2016, a Nissan adquiriu uma participação de 34% na Mitsubishi Motors, que se tornou a terceira integrante da Aliança – um grupo com vendas combinadas de quase 10 milhões de unidades por ano.

 

Outras notícias sobre Autos

. Nissan apresenta programa de vendas especiais

. Conheça o primeiro micro-ônibus adaptado do Brasil

. Fotógrafo cego faz ensaio de novo carro

 

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.