São Paulo sedia 1º torneio de 3 Tambores Paraesportivo da América Latina

0
1708
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Imagem do pódio do torneio de 3 Tambores Paradesportivo. Todos os participantes se reuniram para registrar sua participação na primeira edição do torneio. Fim da descrição.
Evento reuniu grandes nomes da equoterapia brasileira, em São Paulo (Foto: Reprodução/Hípica Manege)

Por: Eliane Cristina Baatsch*

No último final de semana, a Hípica Manege Alphaville, em Santana de Parnaíba (SP), foi palco do 1º torneio de 3 Tambores Paraesportivo da América Latina, evento realizado pela NBHA Brazil, que reuniu parceiros e patrocinadores do Grupo Carrera, Unifisa Consórcio, Organnact, Haras Raphaela, Hípica Manege Alphaville, Texas Ranch, Hípica Santa Terezinha, Walking e Moacyr da Ecoagro, que patrocinou as inscrições da equipe de paraesportivo, entre outros, que auxiliaram na concretização desse grande evento.

 

Torneio de 3 Tambores Paraesportivo

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Um dos representantes da Hípica Santa Terezinha durante sua apresentação no 1º torneio de 3 Tambores Paradesportivo. Fim da descrição.
Hípica Santa Terezinha conquistou dois prêmios no torneio (Foto: Reprodução/Hípica Manege)

Essa é a primeira etapa do campeonato, de um total de quatro, que serão realizadas, com inscrições gerenciadas pela Horsys. Os atletas estão sendo acompanhados no ranking.

As regras foram discutidas e elaboradas por uma comissão paraesportiva da NBHA Brazil, com enfoque nos 3 Tambores de cunho nacional e internacional. Como também o ranking, campeonatos e inscrições.

O juiz oficial da prova foi Tiago Camargo, diretor de esportes da NBHA Brazil, juiz oficial da ABQM, instrutor de Equideocultura e zootecnista.

O atual presidente da NBHA Brazil, Abelardo Peixoto, além de idealizador da modalidade, com a comissão paraesportiva, é incentivador do esporte adaptado e participou diretamente no auxílio aos parceiros, atletas, organizadores e durante as provas.

O campeonato superou as expectativas da organização e contemplou, com sucesso, a inserção da nova modalidade: o paraesportivo, com coerência, ética, seriedade e inclusão social.

O evento também contou com as categorias Test Horse, Infantil, Juvenil, Aberta, Amador, Profissional e Feminina.

A categoria paraesportiva é divida em três segmentos: A, B e C, sendo que os atletas são classificados de acordo com o seu nível, fundamentação técnica e diagnóstico. Todos precisam apresentar atestado de saúde e laudo médico para participar do torneio.

Os animais também participam do ranking e não precisam ser quarto de milha documentado, podendo ser de outras raças também, porém com os exames, atestados conforme norma da Defesa Agropecuária.

 

Resultados do paradesportivo

Categoria A: Luan Marques da Silva, de Barueri (representante da Hípica Santa Terezinha)

Categoria B: Murilo Carleto, de Osasco (representante da Hípica Santa Terezinha)

Categoria C: Erik Ohara, de São Paulo (representante da Equoterapia Walking)

 

Os centros de equoterapia e hípicas interessados em participar das próximas edições do evento podem inscrever seus atletas no site da NBHA Brazil.

 

“O intuito é abranger cada vez mais os 3 Tambores Paraesportivo no esporte, com acessibilidade, oportunizando a inclusão social”

 

Descrição da imagem #PraCegoVer: A imagem está no formato retangular, na vertical. Nela, Eliane está ao lado de seu cavalo. Fim da descrição.
Foto: Augusto Moraes

*Eliane Cristina Baatsch é pedagoga e psicopedagoga, especializada em deficiência múltipla. Atua como equoterapeuta, coordenadora da Hípica Santa Terezinha, instrutora de equitação clássica, equitação para equoterapia e de volteio terapêutico.

 

 

Outras notícias sobre Equoterapia

. Conheça o esporte equestre adaptado

. NBHA acessibiliza etapa dos 3 Tambores

. O cavalo e a síndrome de Down

 

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.