Como empreender a diversidade nas corporações?

0
1072
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na vertical. O palco do fórum de diversidade promovido pela empresa CKZ. Nela estão algumas mulheres que participam de um debate. Fim da descrição.
Fóruns discutem inclusão e diversidade (Foto: Divulgação)

Por: Cristina Kerr*

A diversidade nas corporações é um tema que vem ganhando destaque e uma demanda do mercado atual devido a importância de termos equipes com profissionais diversos dentro das empresas. Hoje, a diversidade não é mais uma opção para as organizações, mas sim um fator determinante para qualquer modelo de negócio.

No entanto, os números de profissionais diversos nas empresas ainda não refletem esta realidade, principalmente nos cargos de liderança. Segundo dados de pesquisa realizada em 2016 pelo Instituto Ethos, os negros e pardos representam 35,7% dos profissionais, no entanto o número de executivos em cargos de gestão é de apenas 4,7%. Já as mulheres representam 35,5% dos profissionais, mas apenas 13,6% nos cargos de gestão, enquanto, de acordo com o IBGE, nossa população é composta por 51,6% de mulheres e 54% de negros e pardos.

Dentro deste cenário, a importância da diversidade nas empresas ganha ainda mais força e vai além dos pilares gênero, raça e etnia, LGBT, geração e profissionais com deficiência. Eu acredito que o grande diferencial está na diversidade de talentos, de competências, de ideias e de vivências adquiridas durante a carreira de cada indivíduo, que é um assunto amplamente debatido pelas empresas desde a primeira edição do Fórum Gestão da Diversidade e Inclusão e do Fórum Mulheres em Destaque, eventos idealizados por mim justamente para colocar estes temas cada vez mais em pauta. Afinal, ninguém é igual a ninguém, e é nesta diferença que está a grande riqueza da diversidade, que traz inovação e agrega valor para as empresas.

Para caminharmos para a equidade de gênero e alcançarmos a diversidade na liderança, precisamos valorizar nossa maior força, que está nas diferenças entre homens e mulheres, e alguns passos simples podem contribuir para acelerar esse cenário nas corporações.

Para começar é fundamental que o gestor entenda o perfil de seus profissionais e faça um levantamento por nível hierárquico, compreendendo todos os pilares da diversidade: gênero, raça e etnia, LGBT, geração e profissionais com deficiência.

Depois de finalizar o mapeamento, é preciso fazer algumas reflexões sobre a diversidade no seu pipeline corporativo, como: o número de mulheres é alto na entrada e nos cargos de média gestão? No entanto eles diminuem consideravelmente nos cargos de alta liderança? Qual é o número de mulheres negras neste recorte de gênero? Em que cargos e nível hierárquico estão concentrados os homens e mulheres negras na empresa? Você consegue identificar os profissionais por orientação sexual? Ou será que as brincadeiras e piadinhas preconceituosas inibem os homossexuais? E os profissionais com deficiência, ocupam apenas os cargos de apoio?

Este levantamento e as reflexões que surgem, nos permitem avaliar e entender se a diversidade é uma realidade na empresa. Ou se é preciso sensibilizar e conscientizar a alta liderança e os colaboradores para os benefícios da diversidade.

Por fim, é necessário um processo de sensibilização para alcançar a diversidade. Mas o que é isso?

Todas as pessoas têm preconceitos, estereótipos e vieses inconscientes, e esse fato impacta diretamente a diversidade. Quando temos consciência dos vieses, entendemos de que forma processos decisórios são impactados por eles. Por exemplo: a Seleção, Promoção, Avaliação de Desempenho e o Modelo de Liderança.

Porém, quando líder e colaborador se sensibilizam e compreendem estes preconceitos e vieses inconscientes, conseguem ampliar a consciência sobre os benefícios da diversidade. E mais importante ainda, eles se transformam em multiplicadores deste conhecimento e em guardiões da diversidade, contribuindo não só para uma empresa mais justa e igualitária, como para um mundo que respeite mais as diferenças.

 

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na vertical. Cristina Kerr posa para a foto. Ela é uma mulher loira, com pele clara e cabelos lisos e compridos. Ela usa uma camisa verde e um casaco preto. Fim da descrição.
Foto: Divulgação

*Cristina Kerr é palestrante, especialista em diversidade, empoderamento feminino e familiar, CEO da Agência CKZ e idealizadora do Fórum Mulheres em Destaque e do Fórum Gestão da Diversidade e Inclusão.

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.