Desconstruindo os super-heróis do esporte

0
1136
Descrição da imagem #PraCegoVer: A imagem está no formato retangular, na horizontal. Ela tem em destaque um paratleta de atletismo em um estádio. Ele está de lado, em posição de largada. O atleta usa uma prótese especial para corrida na perna direita. Ao fundo é possível ver a arquibancada do estádio cheia de pessoas. Fim da descrição.
Paratleta de atletismo durante torneio (Foto: Divulgação)

Por: Adriana Dutra*

No esporte a quebra de paradigmas é uma tarefa individual, é a descoberta do quanto você acredita ser capaz e o quanto a sociedade aposta na sua eficiência. Precisamos desconstruir essa identidade socialmente manipulada, em que a pessoa com deficiência é coitadinha ou automaticamente promovida a exemplo de superação ou super-herói.

Os atletas profissionais são pessoas que se esforçam muito para atingir o alto desempenho, ninguém nasceu com superpoderes, diferentemente do que pensam, eles diariamente trabalham com muita disciplina, determinação, esforço e dedicação. Uma rotina de treinamento intenso, dieta e foco nos resultados.

Para se atingir o ponto mais alto do pódio é necessária muita abdicação, elevando cada vez mais o nível de competitividade, exigindo um excessivo tempo de treinamento com muita seriedade, o atleta colhe os frutos do seu trabalho. O herói ou super-herói ‘nasce’ com esse dom, ele é um semideus, criado pela mitologia ou pelos escritores de histórias em quadrinhos, são infalíveis e inalcançáveis. Os atletas de alto rendimento são reais, para chegar à elite do esporte eles tiveram que se esforçar muito, se vacilarem ou cometerem um erro podem colocar tudo a perder, possuem dias bons e ruins, precisam ser responsáveis e ter uma rotina bem esquematizada, uma boa noite de sono reflete claramente em seu desempenho e no resultado final, o preço a ser pago por algum deslize pode ser caro.

A responsabilidade de um super-herói é muito grande, o mesmo  é responsável por salvar pessoas e carregar o fardo de ser infalível, sem espaço para erros, possui a  cobrança de ser o salvador da pátria e comover a todos com o seu infalível sucesso.
Os atletas podem ganhar ou perder, os resultados são reflexos de seus esforços e seus erros os tornam mais fortes e experientes, nem todos se tornarão campeões, na verdade poucos se tornam grandes de fato, existiu apenas um Ayrton Senna, um Pelé, um Daniel Dias ou uma Terezinha Guilhermina. O verdadeiro campeão compete com sigo mesmo, se esforçando para ser a sua melhor versão todos os dias e sabemos que ser atleta é um estilo de vida que não é fácil, as barreiras precisam ser quebradas a cada dia.

O atleta é protagonista da sua história não é coadjuvante da sua condição física, não tem um superpoder que o transforma em exemplo de superação, mas com esforço e dedicação qualquer um pode chegar lá, existem inúmeras modalidades, vários níveis de treinamento e propostas de trabalho, praticar esporte e se tornar um atleta é uma opção de vida.

O esporte é transformador, um forte instrumento para trabalhar a autoestima, a disciplina, a qualidade de vida, o trabalho em equipe e o respeito ao próximo, o melhor meio de conquistar a integração social e inclusão.

Precisamos nos preocupar menos com os rótulos e com a pressão de nos tornarmos super-humanos, o importante é a diversão do atleta praticando a modalidade que tanto ama, livre de pressões para conseguir desenvolver seu instinto e sua força criativa, a diversão é essencial para a satisfação pessoal e o sucesso.

 

Descrição da imagem #PraCegoVer: A imagem está no formato quadrado. A imagem está em preto e branco. Nela está a colunista Adriana Dutra. Adriana é morena, tem cabelos castanhos longos e lisos. Ela usa uma blusa preta e sorri. Fim da descrição.*Adriana Dutra é advogada, presidente da Atitude Paradesportiva, ONG que ajudou a criar em 2010. Atua com esporte adaptado há 10 anos, incentivando a prática de atividade física, dando oportunidade de treinamento e organizando eventos para a divulgação e fomentação das modalidades adaptadas.

 

 

 

Portal Acesse

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here